Blog

Terceirizar serviços de segurança, vale a pena?

Se você é empresário, provavelmente a segurança da sua empresa é um tema que o preocupa sempre. Na hora de investir fica a dúvida: terceirizar ou criar um novo setor? A segurança tradicional ou até a segurança eletrônica deve sempre ser pensada com muito cuidado.

 

É fundamental ponderar o que é mais benéfico para a empresa. Ambas decisões devem sempre levar em conta o quanto se está disposto a investir e qual a necessidade da empresa. Nem todas as empresas têm a mesma demanda, por isso cada caso deve ser avaliado individualmente.

 

Terceirização de serviços de segurança: vantagens e desvantagens

 

Uma empresa, principalmente de grande porte, tem a necessidade de vigiar todos os seus setores. Empresas que trabalham com um fluxo maior de pessoas e veículos, sobretudo, precisam ter forte controle de acesso. Nesse caso, muitas vezes pode ser rentável terceirizar uma empresa.

 

Entre os benefícios da terceirização de serviço está a vantagem de contar com profissionais já qualificados. Grandes empresas podem ter que demandar muito tempo e dinheiro para abrir um novo setor destinado à segurança. Um shopping center, por exemplo, entra nessa lógica. São muitos setores e portas de acesso para serem controlados e vigiados. Nesse caso, uma empresa terceirizada com profissionais competentes e as tecnologias certas pode resolver o problema.

 

Há inúmeras vantagens para se terceirizar a segurança de uma empresa:

 

  • Não há preocupação com contratação/demissão de funcionários;
  • Diminuem os custos trabalhistas;
  • Profissionais já capacitados e experientes;
  • Equipamentos tecnológicos.

 

Contudo, mesmo com a redução dos custos trabalhistas, a terceirização ainda pode sair cara. Para empresas de alto faturamento esse fator não chega a afetar, mas para empresas de menor porte é um problema. Até mesmo para um condomínio, por exemplo, esse custo pode sair elevado para os moradores.

 

Segurança por conta própria

 

Investir em um setor próprio de segurança na sua empresa pode ser o melhor caminho dependendo do tipo de negócio. A segurança eletrônica, por exemplo, surgiu como uma alternativa para muitos casos em que a terceirização pode sair cara. Assim, você realiza a gestão da própria segurança com autonomia e tecnologia de ponta.

 

Para avaliar se essa é a melhor opção é possível pensar na lógica de condomínios. Nesse caso, quando são poucos apartamentos ou blocos, é possível realizar o próprio controle da segurança.

 

Isso pode se dar a partir do investimento em equipamento de segurança eletrônica. É importante que eles permitam captação de vídeos, voz e registro de ocorrências, como visitantes e recados. Em casos como esse, a contratação de um profissional que receba a formação adequada pode ser o bastante.

 

Assim, os moradores sentem-mais seguros, os custos não são exorbitantes e tudo está monitorado e registrado. Esse tipo de investimento também se mostra muito eficaz para inibir a ação de criminosos.

 

Como você pode avaliar, cada caso exige uma demanda distinta. Para tirar mais dúvidas sobre a importância da segurança para a sua empresa, visite o site da N1 Sistemas. Você poderá acompanhar e conferir as melhores tecnologias disponíveis para o seu negócio.

Compartilhar: