Blog

O que um software para empresa de segurança eletrônica precisa ter

Nos últimos anos, cresceu o número de empresas de segurança eletrônica que contam com softwares de última geração. Essas soluções promovem uma série de funcionalidades para o dia a dia das empresas.

Contudo, empresários e demais profissionais dessa área precisam saber quais são as ferramentas fundamentais para investir em softwares.

 

Soluções obrigatórias em softwares para empresas de segurança eletrônica

Se antes os softwares e soluções digitais ofereciam apenas soluções básicas para as empresas de segurança eletrônica, essa realidade mudou. Hoje, os softwares executam diversas tarefas complexas em poucos minutos. Essas atividades demorariam semanas para serem feitas por mãos humanas.

 

Faturamento de contrato

Uma dessas tarefas é a de faturamento de contrato em lote, solução que parametriza os contratos de forma simples e segura. Com isso, as empresas de segurança eletrônica podem organizar, contabilizar e analisar os contratos para faturamento mês a mês ou quando desejarem.

Esse sistema ainda é capaz de realizar operações para boleto em layout carnê ou individual, gerando nota fiscal ou recibo de locação. Lembrando, ainda, que todos esses serviços proporcionados pelo software são feitos com apenas alguns cliques.

 

Gestão de estoque

Há outras funcionalidades geradas por um software destinadas às empresas de segurança eletrônica. Uma das mais relevantes corresponde à gestão de estoque. Através dessa aplicação, as empresas conseguem criar parâmetros de entrada e saída de produtos, item por item ou em pacotes categorizados lhe trazendo confiança em relação aos cálculos feitos pelo sistema.

O software ainda executa cálculos de custo dos produtos baseado em formulas personalizadas de forma extremamente precisa. Esse tipo de solução faz com que as empresas corram menos riscos, reduzam erros, e aumentem os lucros, valorizando os investimentos.

 

CRM – Controle de Prospecção

A terceira solução obrigatória em software para empresas de segurança eletrônica corresponde à prospecção de clientes. Por meio desse sistema digital, as empresas conseguem ter um controle de vendas e de gestão de clientela. Posto de outra forma, a aplicação digital chamada por CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente) permite o registro de atividade e análise de cada vendedor e equipe de vendas.

No mais, é possível conferir no software quais são os clientes que mais compram e aqueles que podem gerar novas vendas. Assim, as empresas conseguem aumentar sua rentabilidade e acompanhar diariamente a evolução de vendas e de aquisição de novos clientes.

 

Gestão financeira

O software ainda promove funcionalidades ligadas à gestão financeira das empresas de segurança eletrônica. Com o sistema, os profissionais conseguem acompanhar o fluxo de caixa, verificando lançamentos e movimentação diária de investimentos e retornos.

Um bom software deve contar também com resumo de caixa, planejamento orçamentário e integração com os bancos para envio de remessa e retorno. Essas aplicações digitais devem ter ainda: entrada de título, alteração de vencimentos, de valor e inclusão de protestos.

 

Automação fiscal e melhorias no fluxo de tarefas

Existem outras funcionalidades oferecidas pelo software de gestão para empresas de segurança eletrônica. Os destaques principais são de descomplicação fiscal e de fluxo de tarefas.

A primeira ferramenta organiza as operações de tributação onde o sistema automaticamente analisa as entradas para fazer a emissão da nota fiscal. Já a segunda solução gerencia todos os setores e atividades da empresa de maneira simples, segura e organizada.

 

Para conhecer outras melhorias proporcionadas softwares para empresas de segurança eletrônica, visite o site da N1 Sistemas.

 

Compartilhar: